“Não há uma língua portuguesa, há línguas em português”

Essa frase de José Saramago aparece no documentário “Línguas, vidas em português”. A produção feita em parceria com os países lusófonos apresenta um panorama do idioma falado por quase 300 milhões de pessoas no mundo todo e em cada lugar ganhou um toque peculiar.

Através de uma viagem por paisagens distintas e distantes umas das outras que apesar dos pesares se compreendem ao falar, o doc convida o espectador a pensar sobre a língua e suas influências no nosso modo de ser e estar no mundo.  Dirigido pelo moçambicano Victor Lopes, que mora há mais de 25 anos no Brasil, o filme retrata diferentes histórias de falantes do idioma. Personagens ilustres famosos ou não representados em seus “cotidianos” de saberes, crenças e costumes em cada continente em que se encontram.

Nas palavras do escritor de Moçambique Mia Couto, o idioma é evidenciado como “viajante” a descobrir novos lugares, ritmos e palavras a cada instante, em constante aprendizado e mudança.”No fundo, não estás a viajar por lugares, mas sim por pessoas”

Anúncios