“Não há uma língua portuguesa, há línguas em português”

Essa frase de José Saramago aparece no documentário “Línguas, vidas em português”. A produção feita em parceria com os países lusófonos apresenta um panorama do idioma falado por quase 300 milhões de pessoas no mundo todo e em cada lugar ganhou um toque peculiar.

Através de uma viagem por paisagens distintas e distantes umas das outras que apesar dos pesares se compreendem ao falar, o doc convida o espectador a pensar sobre a língua e suas influências no nosso modo de ser e estar no mundo.  Dirigido pelo moçambicano Victor Lopes, que mora há mais de 25 anos no Brasil, o filme retrata diferentes histórias de falantes do idioma. Personagens ilustres famosos ou não representados em seus “cotidianos” de saberes, crenças e costumes em cada continente em que se encontram.

Nas palavras do escritor de Moçambique Mia Couto, o idioma é evidenciado como “viajante” a descobrir novos lugares, ritmos e palavras a cada instante, em constante aprendizado e mudança.”No fundo, não estás a viajar por lugares, mas sim por pessoas”

Anúncios

Um comentário sobre ““Não há uma língua portuguesa, há línguas em português”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s